Green You - Capa Inicial (1)

Movimento Mira-Minde

Se estás à procura de um projeto relacionado com o ambiente que te permita contribuir para a comunidade, esta é uma ótima opção. Para que possas conhecer melhor esta associação, deixamos-te a sua resposta a algumas questões relacionadas, nomeadamente, com a sua origem e objetivos futuros.  

O que é o movimento mira-minde?

carvalho

Carvalho do Chão-da-Aberta

O MMM é um grupo de pessoas que decidiu por mãos à obra e começar a construir ao invés de criticar. Pensamos que é demasiado fácil cair na rotina de identificar o que está mal na sociedade onde vivemos, assim queremos fazer a diferença e construir um futuro baseado na colaboração e numa visão construída entre as comunidades que habitam este território (Mira e Minde). Em poucas palavras, somos um Movimento de Transição que procura valorizar o território, criando uma economia divergente no sentido da sustentabilidade, da ecologia e da resiliência.

Qual a história desta associação E de onde surgiu a ideia de começar este movimento?

A génese da associação começa com uma pergunta que pairava no ar: E agora? O nosso modelo económico pifou, a globalização e outros fatores "tiraram o tapete" à industria têxtil e havia que procurar outro caminho... Começamos por organizar uma tertúlia onde proponhamos refletir sobre "um futuro pós-industrial". Para tal, convidamos os Presidentes das Juntas (de Minde e de Mira de Aire) e do Parque Natural a juntarem-se a nós nesta discussão de ideias, pois o território tem-se sobreposto à divisão administrativa das freguesias, concelhos e distritos, também um Parque Natural. Queríamos perceber como podíamos transformar estas características em vantagens competitivas, num espirito coerente com a nossa época, a mudança para um estilo de vida amigo do planeta e do futuro.

Que projetos já desenvolveram?

Desenvolvemos estas ideias mencionadas anteriormente que se estão a espalhar e dentro de algum tempo se irão transformar num imaginário Mobilizador - algo que una as pessoas, que crie energia e faça acontecer estes projetos todos que temos. Em termos práticos, fizemos as tertúlias, a limpeza de 5 Km de caminhos no Polje e acima de tudo criamos a associação e estabelecemos pontes com os poderes administrativos do território, que nos irão permitir ter uma palavra a dizer sobre o que se pode fazer e como o fazer. Isto literalmente está a acontecer, agora o desafio é conseguir acompanhar. A construção da associação foi um trabalho invisível, que irá dar muitos frutos, a planta está semeada, agora é regar e cuidar.

Que projetos esperam poder colocar em prática no futuro?

Gostaríamos muito de criar um Centro de Educação Ambiental, onde se possam partilhar conhecimentos que permitam às pessoas viver em simbiose com o planeta. Queremos ser um veiculo que passe esse conhecimento às pessoas permitindo que estas adotem hábitos mais sustentáveis no seu dia-a-dia. Esta mudança de paradigma pode ajudar-nos a posicionar o nosso território como território de vanguarda a nível europeu na transição ecológica, e assim, atrair novos habitantes, alinhados com os valores que defendemos.
Outros projetos que temos em mente são: 
-Compostagem Comunitária
-Hortas-Urbanas
-Mudar Comportamentos na Reciclagem
-Valorizar o território através da T.I. com a mapificação do território e fornecimento de informação que leve as pessoas a adotar novos comportamentos, entre outros.
Sonhos, ideias e projetos não faltam. Agora, temos nas nossas mãos o desafio de os tornar realidade e esperamos poder contar com a ajuda de todos! 

Que cuidados consideram importantes que os residentes e frequentadores do nosso polje tenham, tendo em conta aquilo que já viram?

A natureza é forte e resiliente. O nosso polje é um território único e cheio de biodiversidade e para o respeitarmos há certas dicas que devemos colocar em prática: 

-Conhece e divulga as riquezas do ambiente que te rodeia e partilha conhecimentos importantes para uma ação mais consciente por parte das pessoas.

-Pensa numa escala de tempo grande, isto é, investe na conservação do polje já pensando nas gerações futuras e não te esqueças que a natureza trabalha ao seu próprio ritmo (um ritmo que não se compara ao nosso), por exemplo, a "invasão das espinheiras", que é apenas um dos passos que levará à transformação do nosso polje numa floresta, demorará entre 100 a 200 anos. 

-Sê paciente, respeita, cuida e valoriza, promovendo a limpeza e conservação do ambiente e contribuindo para que todas as espécies possam viver em equilíbrio no mesmo. 

Que conselhos podem dar a pessoas que se queiram tornar mais ativas na luta pela preservação da natureza?

Apareçam, apresentem ideias, promovam o debate, identifiquem problemas e procurem soluções para os mesmos. Sejam ativos e principalmente proativos. Sejam ativistas persistentes e pacientes, as mudanças demoram a acontecer, mas quando acontecem, acontecem. Há muita coisa para fazer e toda a ajuda é bem-vinda. Estarias interessado em participar num programa de voluntariado jovem este verão?

Podes acompanhar esta associação em: https://mira-minde.pt/